Morre uma das irmãs torturadas com fogo em Rolim de Moura, diz delegado

A informação da morte de uma das irmãs, torturadas por fogo em outubro de 2017, foi passada na manhã desta quarta-feira, 03, pelo delegado Renato Cesar Morari, que acompanha o caso. A irmã mais nova faleceu nesta madrugada vítima de uma parada cardiáca.

De acordo com Morari a morte da criança pegou todos de surpresa, pois a menina era a que estava reagindo melhor ao tratamento. A menina mais nova tinha 05 anos de idade e estava internada com a irmã mais velha de 7 anos, no Hospital Cosme Damião em Porto Velho.

As irmãs chegaram a passar por uma cirurgia para o transplante de pele. De acordo com médicos, as meninas estavam com queimaduras de até 4º grau.

Entenda o caso
As crianças foram torturadas pro Idair dos Reis Maria. Ele matou a mãe das meninas, com quem mantinha um relacionamento extraconjugal, e dias depois foi encontrado morto a cerca de 700 metros da represa onde ele havia deixado as meninas nuas e queimadas.

Já em Porto Velho, as crianças tiveram que passar por um transplante de pele com urgência por conta da gravidade das lesões. A médica Flávia Lenzi solicitou ao banco de pele humana de Porto Alegre (RS) que atendeu com urgência. O risco era de a pele queimada soltar toxinas que poderiam piorar o estado de saúde das irmãs.

Ainda de acordo com Flávia, elas deverão ficar com cicatrizes pelo corpo por causa da gravidade das queimaduras que elas sofreram.

Fonte: Inforondonia

CNPJ 28.533.881/0001-25

Administrador CRA/RO 5269
Jornalista DRT/RO 1690

Ueliton Brizon