Jornal de Rondônia entrevista Joel Abelha, pré-candidato a Deputado Estadual em Rondônia pelo PSC.

A entrevista desta vez é com Joel Abelha pré-candidato ao cargo de Deputado Estadual pelo PSC de Rondônia, seu nome está sendo bem cogitado para as eleição desse ano como um forte candidato.

Joel é natural de Pimenta Bueno, filho do Professor Claudio Raposo Abelha e de Sebastiana Costa Abelha. Passou toda a infância e adolescência na cidade de Pimenta Bueno interior de Rondônia, estudou nas escolas Sandoval Meira e Raimundo Euclides Barbosa, e lembra saudosamente de seus excelentes professores que ajudaram na formação de seu caráter, em Pimenta Bueno ele morou ate completou 18 anos de idade, na intenção de servir o seu país, se alistou no Exercito Brasileiro, onde serviu por 8 anos e 6 meses, quando deixou o Exercito Joel Abelha foi trabalhar no setor de RH do Hospital Regional de Ariquemes, onde ficou por quase 2 anos, logo depois foi lotado como Diretor do Centro de Atenção Psicossocial – CAPS, onde ficou por pouco tempo, já que foi chamado para tomar posse no concurso publico em em São Felipe D´Oeste, trabalhou na cidade por 1 ano e 7 meses, mas Joel Abelha, como homem visionário que é, não pensou duas vezes antes de largar o cargo publico da prefeitura de São Felipe D´Oeste, onde a mesma não lhe oferecia muitas oportunidades de crescimento profissional, assim o mesmo aceitou uma proposta de serviço de um grande amigo, para trabalhar em um açougue na cidade de Porto Velho, onde trabalhou por quase 3 anos, Joel Abelha então se dedicou ao trabalho e aos estudos, na esperança de alçar um voo mais alto, até que finalmente foi aprovado no concurso da CAERD onde trabalha ate os dias atuais na cidade de Parecis.

Formado em Administração e Pós-Graduado em em Saúde Púbica, escolheu esta área de formação por que sempre se identificou com a área da saúde, mas como na época tinha poucos recursos para custear um curso de Medicina ou ate mesmo Enfermagem, escolheu Administrador Hospitalar, pois estaria dentro de hospital podendo fazer o que mais gosta que é ajudar o próximo. Casado com Sabrina Leal Alencar, e pai de Otávio com 7 anos e Claudio com 2 anos 10 meses, vive e trabalha na cidade de Parecis RO.

*Jornal de Rondônia; O que o levou a se interessar por um cargo politico? O atual cenário da politica no nosso estado e de nosso país, que tem deixado a desejar, pois não estou vendo nada de bom vindo dos nossos atuais representantes, e sempre escutei que politica é coisa de ladrão, mas se nós, os eleitores pensarmos assim o nosso Brasil estará perdido, porque somos nós quem escolhemos quem ira nos representar, acredito que cada vez mais os eleitores deveriam se encorajar e pleitear uma cadeira na bancada politica, para quem sabe assim tentar mudar de alguma maneira o que se tem visto, pois ao meu ver, quanto mais candidatos novos e com novas ideias, menor seria a possibilidade de se reeleger um candidato ”Ruim”. Pois eu não pretendo me mudar de estado e muito menos de país, o que quero é um Brasil e uma Rondônia digna e boa para todos, livre de políticos que no palanque promete para o pobre e quando ganha a eleição governa para os ricos.

*Jorna de Rondônia; Qual sua visão da politica atual no país? Acredito que não seja só a minha visão política de nosso estado e de nosso país, mas sim da maioria dos brasileiros e rondonienses, estamos vivendo um momento, onde nossos representantes se vendem por “benefícios próprios” e algumas “emendas parlamentares”, fora o que “roubam” bem em baixo dos nossos narizes. Nós devemos e temos que mudar o cenário atual da política de nosso país, nós eleitores trabalhamos todos dias e pagamos nossos impostos, nada mais do que justo que esses impostos sejam usados para que nos Brasileiros tenhamos mais qualidade de vida. Político vendido e ladrão, não nos representa não! E os que tentam nos comprar não pode nos representar!

*Jornal de Rondônia; Na sua opinião o que deveria ser feito para mudar o quadro politico em que se encontra nosso país? Acredito que o eleitor deve pesquisar sobre a vida do seu possível candidato, para saber em quem realmente está votando e nessa eleição não devemos reeleger ou eleger nenhum político que tenha alguma pendência com a justiça, temos que fazer eles perderem o foro privilegiado e serem julgados na primeira instância da justiça, onde todos nós cidadãos comuns somos julgados quando fazemos algo de errado, vamos dar a chance para que eles provém sua inocência como todos nós Brasileiros e Brasileiras sem nenhum privilégio perante a justiça de nosso país.

*Jornal de Rondônia; Quais seriam suas primeiras atitudes como Deputado, se eleito? Se eleito for, procurarei trabalhar com os princípios básicos para o bem estar da sociedade Rondoniense, criando projetos para valorizar nossos servidores da educação, melhorar o ambiente de trabalho e segurança, pois são os profissionais de educação que lutam diariamente para formar as crianças em cidadãos de bem. Temos que criar projetos também para área da saúde, tanto nas estruturas hospitalares, equipamentos, funcionários, e o primordial para uma boa saúde em qualquer cidade que é o saneamento básico.

Juntamente com a promotoria, Tribunal de Justiça e SEJUS devemos planejar e buscar um meio para que os presos de nosso estado trabalhem para pagar sua comida e sua estadia na cadeia, pois um preso custa para os cofres públicos do estado de Rondônia a quantia R$ 2.500,00 (dois mil e quinhentos reais) por mês, já um aluno R$ 500,00 (quinhentos reais) e um trabalhador trabalha o mês todo para ganhar um salário mínimo, nada mais justo que o preso trabalhe. Em nosso estado temos o 5° BEC (Quinto Batalhão de Engenharia e Construção), que trabalha fazendo asfalto nas rodovias e nas cidades, nada mais justo do que colocar os presos para fazer asfaltos e os militares fazer a guarda dos mesmo, para que eles não fujam.

Já é visível a indignação do povo Brasileiro com os políticos, mas nas eleições sempre há milhares de eleitores que aceitam os mesmos crimes e erros, precisamos e temos como obrigação dizer não a corrupção e aos corruptos. E nesse ano nós eleitores temos uma grande responsabilidade, pois devemos saber bem em quem estamos votando, nós Brasileiros temos um poder tremendo em nossas mãos, que só podemos usar de quatro em quatro anos, que é o nosso voto, temos e devemos que aprender a usar bem essa arma, não votando em político que tenha fama e indício de corrupto. Nos brasileiros não devemos desistir da política, mas sim dos políticos corruptos. Vamos juntos em 2018 por Rondônia melhor para todos.

E lembre-se sempre, É O SILÊNCIO DOS BONS QUE PERMITE O TRIUNFO DOS MAUS.