ÁRBITRO CACOALENSE MEZAQUE GUIMARÃES DA ROSA NA ABERTURA DO RONDONIENSE DE FUTEBOL 2018.

A Federação Rondoniense de Futebol marcou para este sábado, dia 10 de fevereiro, o início do Campeonato Rondoniense, que reunirá 08 clubes da Série A do futebol de Rondônia. Embora algumas equipes bem conhecidas do futebol rondoniense não estejam presentes em 2018, tudo indica que este ano teremos muito mais emoção, tendo em vista que as equipes que participam fizeram uma intensa preparação na pré-temporada, objetivando conquistar o título máximo do futebol do nosso estado e de olho em futuras competições nacionais, como é o caso da Copa Verde, do Brasileirão Série D de 2019 e  da Copa do Brasil, cuja premiação em dinheiro desperta o interesse até mesmo dos clubes da elite nacional.

Uma das grandes equipes rondoniense ausentes novamente no estadual é o União Cacoalense, do município de Cacoal. A ausência de clubes conhecidos, como é o caso do União Cacoalense, chama a atenção dos amantes do futebol em Rondônia, por causa da tradição da camisa de equipes como essa e principalmente pelas grandes conquistas que aconteceram em passado não muito longe. Na década de 2000, União Cacoalense teve ótimas participações no estadual sendo vice campeã em 2001 e 2002 e bi campeã estadual de Rondônia em 2003 e 2004,   títulos que deu direito a participações na Copa do Brasil, ocasião em que enfrentou clubes tradicionais do futebol brasileiro, como o Guarani de Campinas. Em virtude de problemas administrativos, União Cacoalense e mais alguns clubes tradicionais não estarão no estadual de 2018, mas os torcedores destas equipes esperam em breve a volta desses gigantes do futebol rondoniense.

No caso de Cacoal, a Capital do Café, terá representantes nos gramados de futebol, o Arbitro Mezaque Guimarães da Rosa, Árbitro Assistente Edimar Kapiche Luciano é o Arbitro Assitente Osmar Assunção pertencentes ao quadro de árbitros da Federação de Futebol do Estado de Rondônia. O árbitro  Mezaque Guimarães da Rosa será  árbitro central da partida da abertura do Rondoniense 2018, entre Barcelona e Rondoniense, que será realizada no Estádio Portal da Amazônia, neste sábado dia 10 de fevereiro às 17 horas (de Rondônia) no município de Vilhena.

 Mezaque chamou a atenção dos coordenadores da arbitragem de Rondônia, pela sua excelente condição técnica e também pelos excelentes resultados nos exames físicos. Foi justamente pelos resultados brilhantes, desde o início da carreira, que Mezaque da Rosa foi inserido no quadro de árbitros da Federação de Futebol do Estado de Rondônia e foi selecionado para apitar o jogo entre Barcelona, de Vilhena,  e Rondoniense, de Porto-Velho. Ele se formou em 2016 e pouco tempo depois, em 2017, já passou a fazer parte do quadro de arbitragem profissional de Rondônia. Os próprios colegas de profissão declaram sentir orgulho da capacidade técnica e da liderança que ele exerce na condução da partida. Certamente, a contribuição de Cacoal, na pessoa deste talentoso profissional da arbitragem, será fundamental para o futebol de nosso estado.

A partida entre Barcelona e Rondoniense terá ainda no quarteto de arbitragem, como Auxiliares, Adailton Francisco de Souza, Renato Aparecido dos Reis Oliveira, do município de Espigão do Oeste, e o quarto árbitro Jurandor Lico de Vilhena, que também são considerados como excelentes profissionais. Outros três jogos envolvendo as demais equipes completam a rodada inicial do Campeonato Rondoniense e serão disputadas em outros municípios do estado. Vale salientar que os dirigentes de todas as equipes que participam da competição estão empenhados em fazer o melhor e apresentar realmente o futebol que o torcedor merece, como forma de premiar aqueles que gostam de ver o bom futebol. O fato de ser um estado ainda muito novo impede que equipes de nosso estado tenham participações de destaque na Série A nacional, mas pela dedicação que vem sendo mostrada, ao longo dos anos, em breve, poderemos ter ao menos um clube entre os destaques nacionais. No caso da arbitragem, nossa promessa para as divisões de elite é Mezaque Guimarães da Rosa.
Fonte: Jornal de Rondônia